O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) enviou nesta sexta-feira (15) à Câmara de Vereadores de Cuiabá um projeto de lei que cria um auxílio de R$ 500 a feirantes, carroceiros, catadores de recicláveis, ambulantes e transporte escolar.

O benefício, segundo o projeto, deve ser pago por 90 dias, como apoio financeiro durante a pandemia do novo coronavírus.

A Câmara informou que vai fazer uma sessão extraordinária virtual neste sábado (16), às 18h, para votar o projeto do Executivo em regime de urgência especial.

O auxílio deve ser pago a 1.687 trabalhadores.

De acordo com a prefeitura, o objetivo é atender o cidadão não incluso no sistema contributivo de proteção social, que apresentem vulnerabilidade decorrentes de ciclos de vida e/ou incapacidade para a vida independe e para o trabalho.

Para terem direito ao recurso, os profissionais terão que comprovar o exercício da atividade mediante inscrições nos cadastros municipais.

Manifestação foi feita em frente à Prefeitura de Cuiabá — Foto: Divulgação

Manifestação foi feita em frente à Prefeitura de Cuiabá — Foto: Divulgação

Nesta semana, os motoristas de transporte escolar fizeram um protesto em frente à prefeitura para cobrar medidas que podem ajudá-los durante a pandemia, em que as aulas estão suspensas, como a isenção de IPVA, suspensão de taxas cobradas pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e o concessão de um auxílio.

G1 MT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here