Pelo menos 70 prefeitos de Mato Grosso vão até o Senado Federal, em Brasília, nesta terça-feira (3) para pedir apoio contra a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 188/201, que propõe a extinção dos municípios com até 5 mil habitantes e que não atingirem em 2023 o limite de 10% dos impostos municipais sobre sua receita total.

As lideranças vão alertar os parlamentares e o governo federal sobre a inconsistência da PEC e os impactos negativos que ela pode causar na sociedade, especialmente na população que vive nos municípios ameaçados de extinção.

O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, ao lado do presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Glademir Aroldi, e demais lideranças, vão conversar com os parlamentares e também participar de um ato público no gramado em frente ao Congresso Nacional.

“Além da mobilização pela não extinção dos municípios, sendo 34 de Mato Grosso, o movimento vai chamar a atenção também para outros projetos que tramitam no Congresso Nacional. Vamos solicitar aos deputados e senadores a aprovação, ainda neste ano, de projetos que vão trazer benefícios para as administrações municipais e a população que vive nos municípios”, alertou Neurilan.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here