O governador Mauro Mendes (DEM) pediu a retomada dos repasses internacionais ao Fundo Amazônia, que financia projetos de estados, municípios e da iniciativa privada para o desenvolvimento sustentável da Amazônia Legal.

O democrata se encontrou, nesta sexta-feira (13), com os embaixadores da Noruega (Nils Martin Gunneng), Reino Unido (Vijay Rangarajan) e Alemanha (Georg Witschel), em Brasília.

Atualmente, Noruega e Alemanha suspenderam os repasses após a crise das queimadas na floresta e discordâncias com a política ambiental do Governo Jair Bolsonaro. Ao todo, eles repassavam R$ 133 milhões e R$ 155 milhões, respectivamente.

Queremos que o Fundo Amazônia funcione efetivamente. Que o dinheiro que tem lá chegue efetivamente até a Amazônia

“Nós conversamos objetivamente com os embaixadores. O Mundo tem interesse que nós façamos preservação e nós temos interesse que mundo colabore com a Amazônia para que isso aconteça. Além de preservar, queremos construir alternativas, desenvolvimento econômico para toda nossa população”, disse Mendes em conversa com a imprensa, após o encontro.

“Queremos que o Fundo Amazônia funcione efetivamente. Que o dinheiro que tem lá e outros recursos que possam ser alocados cheguem efetivamente até a Amazônia e até as regiões que se pretendem ser preservadas. Ela precisa acontecer, mas vai acontecer de fato se houver recursos e criar um novo modelo de desenvolvimento dando alternativas para acabar com o desmatamento na Amazônia”, acrescentou.

Segundo o democrata, os países estão dispostos a dialogar com a gestão de Bolsonaro. Um dos principais entraves era quanto às mudanças na configuração dos comitês do fundo implementadas pelo presidente.

“Eu senti dos embaixadores muita disposição para manter diálogo com todos nós. Temos que sempre falar dessa questão ambiental levando em consideração a contribuição que nosso País tem que dar ao planeta, mas que todos os países precisam dar. E, nessa linha, o diálogo parece que está sendo retomado, a bem desse interesse comum”, afirmou.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here