O primeiro ciclo do Programa CGE Orienta – Estado Íntegro e Eficaz será realizado neste mês de setembro e contemplará servidores de cinco instituições do Governo de Mato Grosso: Junta Comercial (Jucemat), Instituto de Terras (Intermat), Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf), Instituto de Defesa Agropecuária (Indea) e Controladoria Geral do Estado (CGE). Servidores da Defensoria Pública do Estado também participarão do ciclo de capacitação, como convidados.

A primeira etapa do programa será realizada nos dias 17 e 18 de setembro, no prédio da CGE, para os servidores da Jucemat, Intermat, Seaf, Indea e CGE; e no dia 19 de setembro, no auditório da Defensoria Pública, para os servidores da instituição.

A programação do dia 17 de setembro, pela manhã, será desenvolvida no Auditório Gilson de Barros aos servidores em geral da Jucemat, Intermat, Seaf, Indea e CGE, independentemente do setor de lotação, sem a necessidade de inscrição. Na ocasião, auditores da CGE-MT apresentarão os temas Gestão de Pessoas (abordagem geral de interesse de todos os servidores estaduais) e Controle Disciplinar (abordagem da vida funcional dos servidores públicos estaduais).

Já a programação à tarde terá duas oficinas. Uma sobre Conformidade da Despesa Pública, a ser realizada na Sala de Treinamento Darcy Avelino/CGE e outra sobre Gestão de Pessoas, a ser realizada na Sala de Treinamento2/CGE. As duas serão direcionadas a públicos específicos das cinco instituições estaduais contempladas, com participação mediante inscrição prévia intermediada pelas respectivas Unidades Setoriais de Controle Interno (Unisecis).

No dia 18, pela manhã e à tarde, será realizada oficina sobre Fiscalização de Contratos. Neste caso, a oficina também será direcionada a públicos específicos da Jucemat, Intermat, Seaf, Indea e CGE, com participação mediante inscrição prévia.

Já no dia 19, em período integral, a oficina versará sobre Gestão e Fiscalização de Contratos e será voltada aos servidores da Defensoria Pública. Neste dia, o evento será realizado no auditório da Defensoria

Foram selecionadas para o primeiro ciclo do programa as instituições com menores quantitativos de servidores e que não foram contempladas nas últimas capacitações promovidas pela CGE.

Função preventiva 

O Programa CGE Orienta – Estado Íntegro e Eficaz foi lançado dia 11 de julho, como parte das comemorações dos 40 anos da Controladoria. Integrante da função pedagógica e preventiva de atuação da CGE-MT, a ação tem como objetivo a promoção da integridade e do aperfeiçoamento da gestão pública mediante a oferta continuada e direcionada de orientações e capacitações a gestores, servidores públicos, empresas com contratos vigentes ou com interesse em estabelecer negócios com o Poder Executivo do Estado de Mato Grosso.

Além das palestras e oficinas, também está programada a elaboração de manuais sobre gestão e fiscalização de contratos, execução da despesa pública, adesão a registros de preços e de orientações básicas de procedimentos a serem observados por novos gestores.

O superintendente de Controle em Gestão Sistêmica da CGE-MT, Paulo Farias Nazareth Netto, explicou que o programa foi estruturado com base no histórico de fragilidades identificadas pela Controladoria nas atividades administrativas dos órgãos estaduais e com base na análise de informações nas áreas de Ouvidoria, Auditoria, Controle e Corregedoria.

“A ideia é cobrir as lacunas das fragilidades recorrentes. Vamos qualificar os servidores para que eles possam exercer suas funções da melhor maneira possível”, destacou.

O superintendente ressaltou que a CGE sempre se voltou à realização pontual de capacitações e orientações. A diferença agora, segundo ele, é que “o trabalho será sistematizado: permanente, contínuo e direcionado”. 

“A CGE sempre ofertou treinamentos. No site da instituição existem cartilhas, manuais e orientações. A diferença agora é que tudo isso vai fazer parte de programa anual de capacitações e orientações, direcionado a corrigir os erros mais recorrentes e fragilidades que mais afetam o atingimento dos objetivos pelo Poder Executivo Estadual”, comentou o superintendente.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here