Na manhã de ontem o TOP NEWS colheu relatos de vários ciclistas de Aripuanã, que usavam a via que dá acesso ao distrito de Conselvan e também a comunidade do Lontra, que disseram que por pouco não sofreram um grave acidente.

Um grupo de aproximadamente 30 pessoas fazia o percurso, que virou rotina no município, mas para alguns acaba sendo incomodo, devido os ciclistas usarem essas vias de estradas de terra, já que a cidade não tem ciclovias.

Após a postagem na rede social sobre o ocorrido, o motorista do caminhão, apareceu e debateu sobre o fato.

Esse “motorista desajuizado” sou eu, mas eu que não tenho juízo, estava trabalhando tive que jogar o caminhão fora da estrada dentro de um buraco enorme fora da estrada, no cruzamento da estrada da Conselvan com a do lontra, e está lá o rasto do caminhão pra quem quiser conferi, fora da estrada por que a estrada estava tomada pelos ciclista, se fosse crianças ou animais o motorista era o responsável, mas são todos adultos, a respeito da ponte, tinha um monte de pessoas parado em cima da ponte e eu avisei com a buzina uns 100 metros antes, reúna esse seus ciclista oriente eles que rodovia não é ciclovia, quando for fazer esses lazer, procure interditar as rodovias para evitar a suposta tragédia . Obrigado pela oportunidade.

Para o ciclista Cleberson Lazarotto, a situação causou muito medo a todos, principalmente após uma das mulheres que estava no passeio desequilibrar e cair de cima de uma ponte com uma altura de 4 metros, machucando o braço e a região das costas, sendo encaminhada para o Hospital Municipal Santo Antônio. Conforme o Boletim Médico, não houve fraturas, apenas escoriações pelo corpo.

“Foi muito complicado, o caminhão em alta velocidade fez uma ultrapassagem perigosa e por muito pouco não aconteceu um acidente grave, foi muito imprudente da parte do motorista, ficamos extremamente nervosos e pedimos de forma geral um pouco de respeito, pois há eventos na cidade onde envolve criança e usam o mesmo trajeto”, comentou Lazarotto.

Os ciclistas pediram apoio da gestão pública, para colocarem placas ao longo dos percursos, na intensão de conscientizar a todos sobre os risco e o respeito aos que usam as bicicletas como meio de transporte ou esportivo, porém mesmo assim existem os motoristas imprudentes que precisam ser identificados e levados as autoridades competentes para que sejam tomadas as devidas providencias.

Relatos das redes sociais:

A imagem pode conter: texto

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here