Publicada em 18/06/2017 às 22:32

Óleo de coco faz tão mal quanto a gordura da carne e da manteiga, alerta associação de cardiologia

A associação recomenda consumo moderado de óleo de coco, assim como de qualquer outro alimento rico em gordura saturada.

Resultado de imagem para OLEO DE COCO

Um alerta da Associação Americana do Coração levanta suspeitas sobre o alimento do momento: o óleo de coco.

O problema é a quantidade de gordura saturada, que pode aumentar o nível de colesterol ruim no sangue. O colesterol ruim, quando muito elevado, pode entupir veias ou artérias e provocar infartos e derrames.

Óleo de coco na alimentação: faz bem ou não

Conheça um poderoso ingrediente caseiro para o seu cérebro

O óleo de coco é frequentemente visto como um tipo mais saudável de óleo, mas a Associação Americana de Cardiologia afirma que ainda não há estudos que provem isso. A associação aponta que esse óleo tem 82% de gordura saturada, mais que a manteiga, a gordura bovina ou a banha de porco.

A associação recomenda consumo moderado de óleo de coco, assim como de qualquer outro alimento rico em gordura saturada.

As opções mais saudáveis são outros óleos vegetais, como o de girassol e o clássico azeite, ricos em gordura insaturada, que é saudável.

Os especialistas alertam que o nosso corpo precisa de gorduras - elas são fonte de ácidos graxos essenciais e ajudam o organismo a absorver as vitaminas A, D e E, por exemplo, a questão é qual tipo de gordura consumir.

Autor: Jornal Hoje
Fonte: Jornal Hoje